contato@kaizenfinanciamentos.com.br

(11) 2072-9555

(11) 96612 – 6910

Como financiar um imóvel sendo autônomo

balança entre casa e dinheiro

Índice

Muitas pessoas têm o sonho de financiar e conquistar seu imóvel próprio, porém, há diversas coisas que impedem alguém de conquistar esse objetivo. Hoje nós falaremos sobre como financiar seu imóvel sendo autônomo, basta continuar a leitura.

É possível financiar sendo autônomo?

Existem diversas formas de financiar a compra de um imóvel, e ser autônomo não te impede disso. Inclusive se você for um trabalhador autônomo, tem boas chances de ter a aprovação do financiamento. Primeiramente, muitos bancos têm como objetivo abranger uma grande quantidade de pessoas beneficiadas, independente qual for a ocupação do indivíduo.

Além disso, também existem mais de uma maneira de poder comprovar sua renda, o que é um dos requisitos que os bancos exigem para que o financiamento possa ser feito. Sendo assim, a chance do crédito ser aprovado com facilidade e também com boas condições, como juros mais baixos e prazos flexíveis se torna muito grande e importante também.

O que fazer para comprovar renda sendo autônomo?

Uma das primeiras coisas que surgem quando pensamos em um financiamento de casa ou apartamento para trabalhadores autônomos, é a comprovação da renda. É um requisito importante, para a veracidade do contrato, pois é dado como uma garantia de que a quitação do imóvel será feita, uma fonte de pagamento segura.

Como comprovar renda sendo autônomo?

Muitos autônomos têm o sonho de conseguir o imóvel próprio, é de conhecimento comum que uma das maneiras mais fáceis de fazer isso é através do financiamento. Sendo assim, para ter um financiamento bem sucedido, a comprovação de renda é uma etapa muito importante, além de essencial.  

No caso de trabalhadores registrados em regime CLT a comprovação de renda pode ser feita por meio do holerite ou até mesmo da carteira de trabalho. Entretanto para os profissionais autônomos, que não possuem esses documentos, existem outras formas de comprovação.

Para te ajudar com esse processo, vamos contar agora como você pode comprovar a renda mesmo trabalhando de forma independente.

1. Extrato bancário

Ao ter posse de uma conta corrente, comprovar renda por meio do extrato bancário é uma das alternativas disponíveis. Sendo assim, o ideal é manter todos os seus rendimentos em uma mesma conta. 

Normalmente, a maioria das instituições costumam pedir um extrato referente aos últimos seis meses para comprovação de renda, por essa razão é importante se organizar. Além disso, manter a movimentação da conta também é essencial para que o extrato bancário seja um documento válido na comprovação de renda.

Diversas vezes o extrato emitido no caixa eletrônico não é aceito pela instituição financeira, porém, existem outras maneiras bem simples de consegui-lo e evitar problemas com a documentação para financiamento imobiliário. Entretanto, você pode solicitar o documento ao gerente do seu banco ou ainda emiti-lo diretamente pela internet.

2. Imposto de Renda

É comum muitos autônomos fazerem parte do grupo que é isento da contribuição do Imposto de Renda, mas a declaração anual é muito importante para manter seus dados atualizados na Receita Federal.  

A atualização desses dados na Receita Federal dá acesso ao banco sobre toda a movimentação da sua vida financeira no ano anterior. Sendo assim, isso possibilita a comprovação de renda, além de também a análise de crédito para o financiamento imobiliário de uma maneira bastante prática.  

Vale lembrar que nem todo o banco aceita o IRPF (Imposto de Renda de Pessoa Física) como comprovante de renda, portanto não deixe de confirmar essa possibilidade antes. Caso o documento não seja aceito, é sempre possível que você adira outras das outras opções sugeridas nessa lista.

3. Recibos e Contratos

É sempre importante saber que é necessário formalizar o serviço, mesmo trabalhando de forma independente. Para isso, lembre-se de fazer um recibo todas as vezes que receber o pagamento de um cliente.

Além disso, tem outro fator importante: fazer um contrato do serviço prestado. Isso também ajuda a formalizar mais uma vez o que você recebeu do cliente e quais foram os serviços oferecidos para ele. Essas documentações ajudam e muito na hora de comprovar a sua renda. 

Caso você utilize o RPA (Recibo de Pagamento Autônomo), não deixe de guardar as guias de recolhimento de impostos, pois elas podem ser solicitadas em algumas linhas de financiamento imobiliário.

4. Declaração comprobatória de percepção de rendimento

Conhecida como Decore, a Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos é um documento oficial para comprovação de renda de trabalhadores autônomos emitido a partir da reunião de vários registros dos seus rendimentos mensais . Os Recibos de Pagamento Autônomo podem ser utilizados para emitir o Decore, por exemplo,  mas só se contarem com uma identificação da fonte pagadora.

É importante esclarecer que a emissão deste documento deve ser feita por um profissional habilitado pelo CRC (Conselho Regional de Contabilidade) e que, para isso,  é necessário pagar pelo serviço. Sendo assim, é importante lembrar que a declaração é feita e disponível de forma eletrônica. Além de ter prazo de validade: o documento fica sob responsabilidade do CRC por cinco anos. 

Uma das principais razões de ser realmente importante contar com profissionais qualificados, é que depois de enviar o documento, não se torna possível cancelar. Por essa razão, conte com a Kaizen Financiamentos para te auxiliar, conte com a nossa qualidade e experiência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Posts Relacionados

credito imobiliario
Dicas

Como funciona o crédito imobiliário

Tomar a decisão de financiar um imóvel, e aderir ao crédito imobiliário é uma grande responsabilidade, e por isso contar com uma assessoria de crédito

balança entre casa e dinheiro
Dicas

Como financiar um imóvel sendo autônomo

Muitas pessoas têm o sonho de financiar e conquistar seu imóvel próprio, porém, há diversas coisas que impedem alguém de conquistar esse objetivo. Hoje nós