contato@kaizenfinanciamentos.com.br

(11) 2072-9555

(11) 96612 – 6910

Como participar do Casa Verde e Amarela?

mulher segurando o símbolo do casa verde e amarela

Índice

O programa Casa Verde e Amarela é uma reformulação do antigo Minha Casa Minha Vida. Com o novo programa, os beneficiários podem conquistar o sonho da casa própria, fazendo um financiamento facilitado.

É normal ter dúvidas devido ao grande volume de regras que o programa acumula. Por isso, nós vamos te explicar detalhadamente o que é e como participar do Casa Verde e Amarela para ter seu próprio imóvel.

O que é o Casa Verde e Amarela?

O programa Casa Verde e Amarela é o substituto do Minha Casa Minha Vida, que foi reformulado para ser mais acessível.

O objetivo é que mais brasileiros consigam sair do aluguel com taxas de juros baixas. O programa financia seu imóvel dos sonhos com taxas diferenciadas das praticadas pelo mercado.

Além disso, dependendo da renda familiar o Governo Federal oferece subsídio, ou seja, paga uma parte do valor do imóvel.

Para se beneficiar é preciso ter mais de 18 anos, não ter nenhum imóvel em seu nome, além de ter renda familiar de até R$7 mil.

Como fazer o cadastro no programa?

Para se tornar um beneficiário do Casa Verde e Amarela o processo é relativamente simples. O interessado deve procurar um corretor especializado.

O profissional poderá mostrar na cidade quais são os imóveis credenciados ao programa. É fundamental pesquisar a reputação do profissional e da construtora envolvidas na transação.

Justamente para que o beneficiário não tenha surpresas desagradáveis ao adquirir um imóvel na planta e ter dificuldades de receber a propriedade, por exemplo.

Após identificar quais são as propriedades disponíveis na região e escolher aquela que combina com sua necessidade, é hora de reunir a documentação.

Documentação necessária para participar do Casa Verde e Amarela

Os interessados em participar do programa precisam reunir documentação e apresentar ao banco, são necessários:

  • Comprovante de estado civil, apresentando certidão de casamento ou nascimento;
  • Documento de identificação, como CPF e RG;
  • Comprovante de residência atualizado;
  • Comprovante de renda como: CPTS, holerite, extrato da conta bancário, contracheque etc.;
  • Caso tenha, declaração de contribuição do Imposto de Renda.

Após apresentar esses documentos e a intenção de compra do imóvel escolhido, o Banco irá analisar a possibilidade de conceder o financiamento imobiliário.

Caso o financiamento seja aprovado, o contrato deverá ser assinado, firmando o financiamento contratado.

Posso usar o FGTS para fazer o financiamento?

As famílias que possuem valores de FGTS acumulados e desejam fazer o financiamento a partir do programa podem usar o valor disponível como entrada do imóvel.

Atualmente o teto do valor do imóvel é variável de acordo com a região onde o imóvel se encontra, por exemplo, nas capitais os valores são:

  • DF, RJ e SP possuem teto de financiamento de R$ 264 mil;
  • ES, MG, PR, RS e SC são cidades com teto de financiamento no valor de R$ 236,5 mil;
  • Demais capitais do país o teto é de R$ 209 mil.

Nas regiões metropolitanas os valores de financiamento são um pouco mais baixos, atingindo:

  • DF, RJ e SP com teto de R$253 mil;
  • ES, MG, PR, RS e SC com teto de R$ 209 mil;
  • Demais regiões metropolitanas com teto de: R$ 198 mil.

Portanto, é necessário ter o cuidado de escolher um imóvel que não só caiba em seu orçamento familiar, como também esteja de acordo com o valor máximo para ser financiado.

Garantindo que seu FGTS possa ser usado como entrada do valor do imóvel, para que o financiamento possa ser aprovado.

Ter um valor expressivo de FGTS possibilita que a parcela do financiamento fique ainda menor, garantindo que seja mais fácil quitar o imóvel dos sonhos. Afinal, o FGTS será usado para diminuir o valor que será financiado.

Amortização do financiamento a cada 2 anos

Outro fator interessante para quem tem FGTS é que, além de ser usado como entrada de seu imóvel ele pode ser utilizado a casa 24 meses.

Geralmente o financiamento imobiliário tem prazo mínimo de 10 anos, em alguns casos o financiamento atinge prazos de 30 anos.

O período é muito longo para comprometer a renda familiar com uma parcela de financiamento. Por isso, é interessante não só calcular a parcela para encaixar um valor que seja confortável de pagar e que possibilite a quitação mais rápida, como fazer o uso do FGTS.

Após utilizar o saldo do FGTS para dar a entrada no imóvel, é possível usar o saldo do FGTS a cada 24 meses para amortizar o valor do financiamento.

Dessa forma, o período total do financiamento é diminuído a cada novo uso do FGTS. Possibilitando que a quitação do imóvel se dê de forma mais rápida. Contribuindo para que a família possa ter o tão sonhado imóvel próprio com maior facilidade.

Especialmente se o responsável pelo financiamento conseguir promoções salariais no período, contribuindo para que o FGTS acumulado seja maior.

Taxas de juros do programa Casa Verde e Amarela

Uma das principais vantagens de comprar um imóvel pelo programa é o acesso a taxas de juros muito mais baixas.

Atualmente a taxa de juros praticada pelo programa é de 4,75% ao ano para as regiões Norte e Nordeste e 5% ao ano para demais regiões.

As taxas mais baixas possibilitam o acesso ao imóvel próprio, pagando um valor muito mais acessível pelo imóvel.

Portanto, é uma forma de possibilitar que mais brasileiros saiam da situação de aluguel e possam ter uma moradia de qualidade com valor justo.

Diminuindo as taxas de juros para pessoas com a renda mais baixa, é possível oferecer habitação de qualidade.

Afinal, os compradores escolhem as opções de casas e apartamentos que mais combinam com suas necessidades e que estão de acordo com o valor que podem financiar.

Dessa forma, fica mais fácil obter um imóvel que atende as necessidades da família e que cabe no orçamento, para oferecer conforto e qualidade de vida.

Famílias com renda de R$4 a R$7 mil reais terão taxa anual de 7,66% que ainda é mais baixa que a taxa praticada pelos bancos comerciais. Que tal aproveitar os benefícios do programa Casa Verde e Amarela?

Então, agora que sabe mais sobre como participar do Casa Verde e Amarela, escreva um comentário abaixo.

E não se esqueça de seguir a Kaizen Financiamentos no Facebook e Instagram, e se inscreva no nosso canal do Youtube e se surpreenda com nosso conteúdo por lá também.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Posts Relacionados

balança entre casa e dinheiro
Dicas

Como financiar um imóvel sendo autônomo

Muitas pessoas têm o sonho de financiar e conquistar seu imóvel próprio, porém, há diversas coisas que impedem alguém de conquistar esse objetivo. Hoje nós